CAMPANHA: #MinhaPseudoCiênciaFavorita


Frente ao crescente aumento na veiculação de notícias falsas ("fake news") e desinformação nas redes sociais e os veículos de mídia, vem ocorrendo também uma maior influência das pseudo-ciências, teorias ditas científicas que pregam alguma ideia que não é corroborada cientificamente. Ainda que isso seja um problema sério a ser discutido, não quer dizer que não possamos tirar um pouco de graça da situação, até porque de estranhas e engraçadas, todas têm um pouco! A equipe do Fronteiras da Ciência quer saber qual é/quais são as suas pseudo-ciência(s) preferida(s)! As melhores e mais engraçadas frases farão parte de uma campanha para divulgar o podcast .

Ouça a chamada:

Clique aqui e participe

Denise Fraga é... Galileu!

Denise Fraga é... Galileu!

Episódio 22 | temporada 7 | 01/08/2016



"Eu sustento que a única finalidade da Ciência está em aliviar a canseira da existência humana. E se os cientistas, intimidados pela prepotência dos poderosos acham que por amor ao saber basta amontoar a ciência, ao fim, ela pode ser transformada em aleijão, e suas novas máquinas serão novas aflições, nada mais. Com o tempo é possível que vocês descubram tudo o que haja por descobrir, e ainda assim o seu avanço estará longe da humanidade. Como cientista, tive uma oportunidade sem igual... Se eu tivesse resistido!... " 

Com estas palavras, Brecht reflete pela boca de seu personagem, Galileu Galilei, sobre a grandeza da razão e do conhecimento, as concessões que fazemos e a responsabilidade do cientista. Neste episódio, Marco Idiart (Física/UFRGS) e Jorge Quillfeldt (Biofísica/UFRGS) entrevistam a atriz Denise Fraga que estrela a peça "Vida de Galileu", de Bertold Brecht, apresentada em Porto Alegre entre 24 e 26 de junho de 2016. Uma rara oportunidade de podermos apreciar a estimulante e surpreendente convergência entre teatro e ciência, ampliadas pelo carisma e o talento dessa grande atriz.




Participações:




foto
Denise Fraga


Referências:



Ligações externas:




Ajude na divulgação científica.
Curta e Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário